Association of Diving School International

PEIXE GIGANTE

Postado por adsbr em Artigos

Nesta semana, pescadores pernambucanos ficaram assustados ao retirar de suas redes um bicho para lá de esquisito. Com 1,7 metro de altura, ele tinha pele gosmenta e cara de poucos amigos. Seria um dinossauro? Uma tartaruga geneticamente modificada? Que nada. Era apenas o peixe-lua, um animal realmente estranho, mas para lá de inofensivo. 

Segundo o biólogo Fernando Gibran, do Centro de Biologia Marinha (Cebimar), da Universidade de São Paulo (USP), realmente, não havia motivo para pânico nenhum. É um animal bastante comum, que costuma nadar em alto mar, diz ele.

Para Gibran, o desconhecimento dos pescadores de Pernambuco se explica porque a cara de poucos amigos do peixe-lua é bem justificada. É um bicho solitário. Não gosta da companhia de outros. Ele nada quase sempre sozinho e está presente em uma área muito grande. Por isso, é difícil encontrá-lo, explica.

Segundo o biólogo, a maioria das vezes em que o peixe é visto é exatamente como os pescadores pernambucanos o encontraram: preso em redes. De acordo com ele, o animal já foi recolhido em outros pontos do Brasil. Aqui mesmo em São Sebastião [em São Paulo], onde fica o Cebimar, pescadores já foram surpreendidos por ele em suas redes, diz ele.

Características

Conhecido pelo nome científico Mola mola, o peixe-lua é o maior peixe ósseo conhecido (tubarões, embora possam ser maiores, têm cartilagens no lugar de ossos). Pode atingir três metros de comprimento e mais de uma tonelada, e se destaca pelo formato de seu corpo: mais alto do que comprido, ele é circular e achatado nas laterais, como um CD virado de lado.

Sem barbatanas na cauda, ele se move ao conjugar os movimentos das barbatanas dorsal e anal. A dorsal, aliás, tem um tamanho avantajado, e, por vezes, fica exposta fora da superfície da água — o que faz o peixe-lua ser muitas vezes confundido com um tubarão.

Segundo Gibran, todos os oceanos do mundo, com a exceção das águas próximas aos pólos, são freqüentadas pelo peixe-lua. Sua alimentação consiste basicamente de águas-vivas, zooplâncton, lulas e crustáceos.

Comments are closed.

Categorias